CONTEÚDO PEDAGÓGICO:
  1. APRESENTAÇÃO PEDAGÓGICA DO CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA CONCILIADORES E MEDIADORES JUDICIAIS.

 

Coordenadora Pedagógica: Jussara Rodrigues Sartini

 

 


 

MÓDULO I - INTRODUÇÃO AOS MEIOS ALTERNATIVOS DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS

Carga horária: 4 horas

 

Professores responsáveis: Professor indicado e autorizado pelo NUPEMEC 

 

- A política pública de tratamento adequado de conflitos. Acesso à Justiça.

- Métodos Adequados de Solução de Conflitos (MASCS) – Cultura da Paz.

- A mediação e a conciliação: um novo paradigma para a Justiça.

- O papel do CNJ e o movimento nacional de conciliação e mediação. A

 Resolução 125/2010 e suas recentes alterações.

- Núcleos Permanentes de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e CEJUSC – Centro Judiciários de Soluções de Conflitos.

- A formação, capacitação e aperfeiçoamento de mediadores e conciliadores.

- Hermenêutica das Normas e Código de Ética da Conciliação Judicial e Extrajudicial.

 

 

Módulo II – COMUNICAÇÃO

Carga horária: 3 horas

Professora responsável: Jussara Sartini

 

 

  1. Comunicação e linguagem.

- Teoria da comunicação.

- Níveis da comunicação: representacional, retórico, performático e relacional.

- Pragmática da comunicação.

- Axiomas da comunicação.

-Visões narrativas e reflexivas.

-Possibilidades na comunicação.

- Obstáculos na comunicação.

- Escuta ativa. Diálogo.

- Exercícios Práticos e vídeos

 

MÓDULO III – LEI DA MEDIAÇÃO E ÉTICA DO MEDIADOR

Carga Horária: 4h

Professor Responsável: Cristiano De Souza

 

                  - Lei 13.140 de 26 de junho de 2016

                 - Legislação do Novo Código de Processo Civil de 2016

                 - Legislação brasileira. Projetos de Lei.

                 - Lei dos Juizados Especiais.

                 -Resolução CNJ nº 125/2010.

                 - Código de ética para conciliadores e medidores

                 - Panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos.

                 -Deontologia do mediador.

                  - Psicologia e tratamento das pessoas com relação aos aspectos da ética, do             humanismo e da espiritualidade.

                   - O terceiro facilitador; funções, postura, atribuições, limites de atuação. Código de Ética – Resolução CNJ n. 125/2010.

.

 

MÓDULO IV - NEGOCIAÇÃO:

Carga Horária: 4h

Professor Responsável: Cristiano De Souza

 

                 -Conceito: integração e distribuição do valor das negociações.

                  -Técnicas básicas de negociação (a barganha de posições; a separação de pessoas de problemas; concentração em interesses; desenvolvimento de opções de ganho mútuo; critérios objetivos; melhor alternativa para acordos negociados).

                  -Técnicas intermediárias de negociação (estratégias de estabelecimento de rapport; transformação de adversários em parceiros; comunicação efetiva).

 

 

MÓDULO V – NOVA TEORIA DO CONFLITO:  

Carga Horária: 3h

Professora Responsável: Jussara Rodrigues Sartini

 

 

- O conflito como processo.

- Espiral do conflito.

- Processos construtivos e destrutivos.

- Percepções e reações.

- Espécies de conflito: latente, manifesto, agressivo, colaborativo.

- Etapas ou fases do conflito.

- Conflito e poder.

- Conteúdo manifesto e conteúdo real.

 

 

              

MÓDULO VI- CONCILIAÇÃO E SUAS TÉCNICAS

Carga horária: 16 horas        

 

Professora responsável: Cristiane Sabino Spina

Parte Teórica: 4h

 

                  - Histórico. Conceito e filosofia

- Panorama nacional e internacional.

- Meios compositivos e heterocompositivos. Autotutela, conciliação

-Técnicas de Conciliação, (recontextualização, identificação das propostas implícitas, afago, escuta ativa, espelhamento, produção de opção, acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade).

                  - Abertura e planejamento da sessão.

                  - Investigação das propostas e interesses.

- O conciliador na fase pré-processual

- O papel do conciliador e sua relação com os envolvidos no processo de conciliação

- Os efeitos do Acordo na Conciliação Judicial e Extrajudicial

 - Redação do acordo: requisitos mínimos e exequibilidade.

 - Encaminhamentos e estatística.

 - Etapas (planejamento da sessão, apresentação ou abertura, esclarecimentos ou investigação das propostas das partes, criação de opções, escolha da opção, lavratura do acordo).

 

 

 

Parte Prática: 4h

 

                  - Exercícios vivenciais, dinâmicas práticas.

 

 

MÓDULO VI - MEDIAÇÃO E SUAS TÉCNICAS E FERRAMENTAS:

Carga horária: 8 horas

Professora responsável: Jussara Rodrigues Sartini.

Parte Teórica: 4h

 

 

- A Mediação e sua origem, definição e conceito e filosofia.

-Mediação judicial e extrajudicial, prévia e incidental.

                  -Técnicas ou ferramentas (comediação, recontextualização, identificação das propostas implícitas, formas de perguntas, escuta ativa, produção de opção, acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade ou reflexão).   

                 - O papel do mediador e sua relação com os envolvidos no processo de mediação

- A Co-mediação Judicial e Extrajudicial

- Áreas de utilização da Mediação

- As Especificidades da Mediação Judicial e Extrajudicial

- Os efeitos do Acordo na Mediação Judicial e Extrajudicial.

- Lavratura do acordo. Exequibilidade.

                  - A Mediação como Instrumento de Pedagogia Social

l

Exercícios práticos: 4h de exercícios em sala de aula de casos

 

 

MÓDULO VII- ELABORAÇÃO DE TERMOS DE ACORDO:

Carga horária: 2h

 

                    - Desenvolver através de exercícios práticos noções básicas sobre a elaboração de termos de acordo.

                   - A importância das clausuras penais

 

 

 

 

MÓDULO VIII – ESTÁGIO SUPERVISIONADO 

Carga horária: De 60 horas à 100h

Professora responsável Jussara Sartini

Aplicação do aprendizado teórico em casos reais, supervisionado por 1 (um) membro da equipe docente, garantido o desempenho, necessariamente, nas 3 (três) funções:

a) Observador;

b) Coconciliador ou comediador;

c) Conciliador ou mediador. Ao final de cada sessão, o aluno deverá apresentar relatório sistematizado da prática desenvolvida relatando sobre as técnicas utilizadas, os resultados das aplicações e desenvolvendo análise sobre a experiência vivenciada.

 

 CORPO DOCENTE:

 

  1. Jussara Rodrigues Sartini

  2. Cristiano De Souza

  3. Guilherme Guissini

  4. Guilherme Bertipaglia

  5. Cristiane Sabino Spina

  6. Juliana Vendramini

  7. Mirian Blanco Muniz

 

Informações Adicionais

  • O curso será ministrado por instrutores do CNJ, conciliadores e mediadores capacitados e experimentados pelo TJSP, e institutos privados. A  aula de políticas públicas é ministrado por professor indicado pelo Nupemec.

  • Os alunos aprovados serão certificados por instituição devidamente habilitada pelo TJSP. Habilitação proc. 66.7770-14.

  • Avaliação: assiduidade, 100% de presença; participação nas aulas; apresentação de Relatórios por módulos ministrados.

  • A Mediata se reserva o direito de recomendar a participação do aluno em aula, na qual o relatório não demonstrar o mínimo necessário à capacitação. Essa análise é feita pelo professor responsável pelo módulo.

METODOLOGIA DE ENSINO:

O curso é composto de duas etapas:

1ª Etapa, parte prática e prática- teórica, de 48h em sala de aula.

Nessa fase são utilizados recursos como: data-show, material de leitura de apoio, disponibilizado a todos os matriculados por e-mail e exercícios práticos em todos os módulos.

Presença: exigência de 100% de presença. Esse item será verificado, através de listas de presenças, devidamente assinadas pelos alunos e confirmadas pelo professor.

Para cada módulo é exigido dos alunos matriculados um relatório orientado por questões. Nesse relatório visa-se o aproveitamento do aluno. Esse relatório é condição para que ao final da parte teórica, o aluno receba a anuência e inicie o estágio supervisionado.

Cada professor responsável pelo módulo, dá um feedback pessoal para os alunos matriculados.

2ª Etapa, parte prática: Os alunos são acompanhados, sempre que permitido pelos Cejuscs, pela supervisora, desde o período de observação (20h), coconciliação (10h), conciliação (10h), comediação (10h) e mediação (10h). Nossos estagiários além de serem acompanhados nos Cejuscs, são avaliados em sala de aula, momento em que as experiências são partilhadas, vivenciadas e analisadas em grupo. O estágio supervisionado em sala de aula acontece uma vez por mês.

O período para o cumprimento do estágio supervisionado é de 12 meses, a contar da data da carta de apresentação de estágio.

Obs: Nossos alunos ainda não participam de estágio em Câmaras privadas, pois ainda não foi autorizado esse procedimento.

Portanto os alunos só conseguem a certificação após, cumprirem todas as etapas acima descritas.

 

 

 

-

  • facebook-square
  • Twitter Square

contatomediata@gmail.com

 (11) 97322-1902

(19) 95321-2969